Todo empresário deve estar atento às mudanças no mercado e à situação de sua empresa. Assim, a emissão de notas fiscais deixa de ser algo distante e passa a ser fundamental para o empreendedor que almeja sucesso e garantia. Alguns, porém, ainda possuem dúvidas quanto à nota fiscal e suas aplicações e responsabilidades. Vamos tratar de alguns questionamentos comuns abaixo:

Obrigatoriedade

A NF é o comprovante de uma venda realizada ou de um serviço prestado pela sua empresa, além de servir para controlar o pagamento de impostos realizado. Logo, para que tudo funcione corretamente é preciso a emissão responsável da nota, sem demoras ou descuidos que podem ser evitados. Caso você seja MEI e venda para outras empresas, não há a necessidade de se emitir nota.

Certificado Digital

Ele é necessário para se poder emitir notas fiscais, visto que é uma espécie de assinatura eletrônica da empresa representada, autenticando a sua atividade. É um documento eletrônico (token, pen drive etc) necessário para todos, inclusive os MEIs, já que ele protege os dados da sua empresa, além de garantir privacidade e simplicidade.

Emissão como MEI

Etapa como já dita muito importante para um MEI, a emissão da nota deve ser feita com atenção e cuidado. Dependendo do estado em que você se encontra, há como usar o sistema online da Secretaria da Fazenda (SEFAZ). Para isso, basta acessar e entrar com seu nome de usuário e senha. Lembrando ainda duas coisas: as notas fiscais devem ficar anexadas ao relatório do faturamento do mês; e o MEI é obrigado apenas a emitir nota fiscal para pessoa jurídica (empresa).

Conclusão

Esperamos que com essas dicas você tenha compreendido um pouco sobre como funciona a nota fiscal para o microempreendedor individual (MEI). Caso queira saber mais sobre nós, basta acessar no blog, que é atualizado semanalmente. E se você estiver procurando por uma empresa especializada em notas e cupons fiscais, basta ver nossa proposta de negócio. Aqui na Super Empresa contamos com 1500 clientes ativos e satisfeitos.